A HomeAway utiliza cookies para melhorar a sua experiência no site. Saiba mais aqui. Ao continuar, está a consentir com o nosso uso de cookies.
A HomeAway utiliza cookies para melhorar a sua experiência no site. Saiba mais aqui. Ao continuar, está a consentir com o nosso uso de cookies.
Verified Review icon check navigate-up navigate-left navigate-right expand mail svg-lightning svg-24hr svg-house svg-sleeps svg-bedrooms svg-bathrooms svg-stay svg-toilet calendar svg-report-flag pet-dog svg-multiunit Default Owner Icon heart-filled

As suas férias em Benavente

Benavente é uma vila portuguesa do distrito de Santarém, com aproximadamente 9100 habitantes. É sede de um município subdividido em 4 freguesias – Barrosa, Benavente, Samora Correia e Santo Estêvão – limitado a nordeste pelo município de Salvaterra de Magos, a este por Coruche, a sueste pela área secundária do Montijo, a sul por Palmela e Alcochete, a noroeste por Vila Franca de Xira e Azambuja. Possui ainda um estreito troço ribeirinho do Estuário do Tejo, a sudoeste, com o qual limita com Loures.

Benavente está situado na região ecológica sub-mediterrânica, numa área natural muito diversa, numa mistura de montado e de campina, com vales aluvionares interligados ao rio Tejo. É delimitado pelo rio Sorraia e ostenta particularidades tipicamente ribatejanas, com uma riqueza ambiental, paisagística, histórica, cultural e patrimonial única. O artesanato é uma marca deste concelho, exibindo trabalhos ligados à lavoura, aos campinos e à tauromaquia, como meias de pinha, miniaturas em madeira, bancos empalhados, entre outros produtos produzidos à mão.

O que visitar nas suas férias em Benavente

Se está a planear visitar o património edificado de Benavente, nada melhor que optar por alugar uma casa de férias ou um apartamento de férias, já que poderá desfrutar de perto da interessante cultura que ali se faz sentir. Em termos de visitas sugerimos o seguinte:

Igreja da Misericórdia – Também conhecida como Igreja do Espírito Santo, esta igreja é oriunda do século XIII, sofrendo algumas reestruturações nos séculos posteriores. Da fachada salienta-se a porta lateral, ornamentada na parte superior com volutas, coroadas com pináculos embebidos na parede e sobrepujada por um nicho de onde sai uma suspensão de ferro batido. O interior é de uma só nave, coberta por tecto de madeira de três planos. Tem três altares adornados com retábulos do final do século XVIII. Recortado na parte superior das paredes da nave, corre um silhar de azulejos policromos, seiscentistas, representando cenas da vida mariana. Da antiga igreja matriz, persistem ainda a pia baptismal do século XVI, uma imagem de Nossa Senhora da Piedade, escultura de pedra do século XVI e uma magnífica estante de coro do século XVII, firmada com as armas reais e o brasão franciscano.

Convento de Jericó – Foi mandado construir por Dom Luís no ano de 1542. No coroamento do portão da cerca conventual, rematada por uma cruz de ferro forjado, nota-se uma cartela com a data da fundação. São de evidenciar uma lápide sepulcral e uma escultura quinhentista curiosa representando São Baco. No espólio arqueológico descoberto aquando das escavações para arranjo do jardim da Praça da República contam-se uma sepultura antropomórfica de lajes de calcário e uma estela funerária, gravada com uma cruz românica relevada.

Paços do Concelho – Construído em 1875, esta edificação servia, também, como tribunal e cadeia. Ostenta uma planta rectangular e uma fachada principal intercalada por varandas no primeiro piso e janelas no piso térreo. O sismo de 1909 destruiu, em parte, o edifício mas este foi renovado, adicionando-lhe uma torre metálica com miradouro e relógio.

Cruzeiro do Largo do Calvário – Construído em 1644 com a inscrição seguinte: “Esta obra mandarao fazer os irmãos dos Santos Passos em o anno de 1644”. Deste cruzeiro é possível avistar toda a lezíria. Desde 1959 que está classificado como Imóvel de Interesse Público.

O que fazer na sua estadia em Benavente

Experimente as seguintes sugestões:

Núcleo Museológico Agrícola – Foi aberto em 2000 e está estabelecido no antigo edifício do matadouro municipal de Benavente. Exibe uma exposição permanente, expondo a vida rústica desta região ao longo dos séculos, através do calendário agrícola tradicional.

Museu Municipal de Benavente – Incluído num palacete do século XVIII, foi mandado construir pelo capitão-mor de Benavente. Até ao século XX, este imóvel funcionou como residência e, depois, como colégio. O museu foi criado em 1981, com uma exposição de arqueologia intitulada “A Arte Rupestre no Vale do Tejo”. O edifício conta com dois pisos e um jardim.

Onde ficar alojado em Benavente

Benavente merece ser desfrutada a partir de um arrendamento de férias que lhe permita viver a experiência da Vila bem de perto e, por isso, nada melhor do que passar um dia em família ou com o seu grupo de amigos a descobrir a cidade e voltarem todos juntos para uma noite de confraternização sob o mesmo teto. Descubra os alugueres de férias para arrendar em Benavente e verá que não se irá arrepender!

Cancelar Limpar Filtros Aplicar Filtros
Mais Filtros

Preço por Noite

Quartos

Casas de banho

Opções de Reserva

Tipo de localização

Outros Filtros

Comodidades

Tipo de Anunciante

Limpar Filtros
Utilize os filtros para obter melhores resultados!
Favorite
    tarifa média/noite
    2
    Favorite
      tarifa média/noite
      1
      Favorite
        Ver detalhes da tarifa
        2